You can scroll the shelf using and keys

Love songs for no one #1

11 de June de 2011

You’ve Got Her In Your Pocket

You’ve got her in your pocket
And there’s no way out now
Put it in the safe and lock it
’cause it’s at home sweet home

Nobody ever told you that it was the wrong way
To trick a woman, make her feel she did it her way
And you’ll be there if she ever feels blue
And you’ll be there when she finds someone new
What to do
Well you know

You keep her in your pocket
Where there’s no way out now
Put it in a safe a lock it
’cause it’s home sweet home

The smile on your face made her think she had the right one
Then she thought she was sure
By the way you two could have fun
But now she might leave
Like she’s threatened before
Grab hold of her fast
Before her feet leave the floor
And she’s out the door
’cause you want

To keep her in your pocket
Where there’s no way out now
Put it in a safe a lock it
’cause it’s home sweet home

And in your own mind
You know you’re lucky just to know her
And in the beginning all you wanted was to show her
But now you’re scared
You think she’s running away
You search in your hand for something clever to say
Don’t go away
’cause I want

To keep you in my pocket
Where there’s no way out now
Put it in a safe a lock it
’cause it’s home sweet home
Home sweet home

Literalmente totalmente excelente

10 de May de 2011

Esse é um troço que não é novidade, nem é pra qualquer um.

Mas é tão genial, tão genial que merece ser postado.

E vamos concordar que eu não ando lá muito inspirada, então qualquer truque é válido pra poder clicar em PUBLICAR.

Enfim, é uma série de clipes literais, cantados descrevendo o que se vê no vídeo. Impressionante a sincronia e a perfeição das vozes. Queria ter tido essa idéia, e ter competência pra produzir. Ah sim, se vcs procurarem “literal video”, acham mais um monte.

cartas de amor furtadas #x (não sei onde eu tinha parado)

2 de April de 2011

Bom eu acho que seria bacana, se eu pudesse tocar seu corpo. Eu sei que nem todo mundo tem um corpo como o seu. Mas eu tenho que pensar duas vezes, antes de entregar meu coração porque eu sei de todos os seus joguinhos. E eu jogo também.

E eu preciso de um tempo desse sentimento, tempo pra pegar meu coração do chão. E quando esse tipo de amor vem sem devoção, é preciso um homem forte e eu tô te mostrando a saída. Porque é preciso ter fé, é preciso ter fé.

Querida, eu sei que você está me pedindo pra ficar, implorando que eu não vá, dizendo que eu te entristeço. Talvez, você seja sincera mas eu não consigo evitar lembrar de ontem e da outra que me prendeu a regras de “amante”. Antes que este rio se torne um oceano, antes que você jogue meu coração no chão de novo. Oh baby eu vou repensar minha tola percepção, eu preciso de alguém que me dê carinho mas preciso de algo mais.

E eu preciso ter fé.

Bolsonaro tem razão, essas lésbicas são um perigo né? Não.

1 de April de 2011

Gente, queria um casamento assim fofo.

Nem me atrevi a escrever sobre o assunto, porque O Flavio Gomes e o Filipe Quintans já escreveram e me fizeram chorar. Recomendo os dois textos.

Fica Bolsonaro, vai ter pica.

Gente gente gente

24 de March de 2011

Não vou escrever por aqui hoje, mas vou postar música.

Tarde chuvosa em SP, pra Beatles.
Hey, you´ve got to hide your love away…

Canta e curte. Volta amanhã, hoje tô ocupada com a vida lá fora.

Aí vem a pessoa e morre

23 de March de 2011 2 Comments

Observem:

Morreu Liz Taylor, aos 79 anos.

Podemos (eu) trabalhar a possibilidade de fazer um texto sobre a vida e obra dessa linda.

Meu pai morreu faz 10 anos, e adorava entrar no chat da UOL e fazer amigas. Ria e me chamava pra ver como ia conquistanto as moças, dizia de brincadeira que tinha namoradas. Na época, isso de relacionamento virtual tava bem no comecinho, e era impensável levar esse tipo de coisa a sério. Minha mãe ria e seguia com a vida, fazendo meio pouco caso e meio que se divertindo.

Meu pai tinha 62 anos quando morreu. No mundo real, no chat da UOL a gente nunca vai saber. Até hoje, de vez em quando eu tento entrar nos emails dele. Pra avisar essas moças que ele morreu.

Por isso pra mim foi sempre bastante real. As pessoas da internet morrem e ninguém tem mais notícia.

Sabe o caderninho preto com todos os segredos e telefones? É meu iphone:tem código de bloqueio. Notebooks? Códigos de bloqueio. Um hacker teria que ser contratado pra fazer da minha obra não publicada um acontecimento Renato Russiano.

A gente precisa de um plano pós morte, ou um adendo ao testamento. Vai ver é isso, vai voltar a baila a onde de fazer testamento. Porque nossas senhas são o único segredo que a gente guarda hoje em dia, em que tudo é exposto e a divisão patrimonial (quando existe), segue a lei ou é feita em vida.

Taí, vou fazer um testamento e distribuir minhas senhas por aí. Um legado pra cada pessoa querida.

Ah sim, recomendo entrar no twitter da Liz Taylor. Ela quase morreu deixando ensinamentos, mas aí saiu uma entrevista num revista de moda e estragou o legado tuítico.

Meu preferido da Liz Taylor? Quem tem medo de Virginia Woolf (trecho no vídeo lá do começo). Sem nenhuma dúvida. Recomendo assistir.

Transcrevi e traduzi

18 de March de 2011

Vídeo do texto de ontem, do filme A Chave do sucesso.

– Tem uma coisa que eu quero dizer pra você, e eu quero que você ouça com atenção. Porque é muito importante. O homem que nós afugentamos daqui…

– Eu não afugentei ninguém.

-O homem que acabou de sair do quarto, é um grande amigo. Isso porque eu o conheço há muito tempo. Bom, há muitas pessoas que eu conheço há muito tempo, e a maioria delas eu não deixaria limpar a bunda do meu cachorro. Outras eu poderia gostar ou não, elas não são importantes pra mim. Mas Larry é muito importante. A razão é que eu sei que posso confiar nele. Ele é honesto, Bob.

– Ele é honesto, ou é brusco?

-Ele é honesto Bob, e brusco também. Isso algumas vezes é parte de ser honesto. Porque têm muita gente que é brusca mas não honesta. Larry não é um deles, Larry é um homem honesto. Você também é um homem honesto. Eu acredito nisso, que aí dentro de você há algo que por procura a honestidade. A questão que você tem que se fazer é: “Isso tocou minha vida como um todo?”

– O que isso quer dizer?

– Isso quer dizer que, vocês pregando sobre Deus, não é diferente do Larry, ou qualquer outra pessoa tentando vender lubrificantes industriais. Não faz diferença se você está vendendo Jesus, ou Buda, ou direitos civis, ou como ganhar dinheiro com imóveis sem investir. Isso não faz de vc um ser humano, faz de você um vendedor. Se você que conversar com alguém honestamente, como ser humano, pergunte sobre seus filhos, descubra quais seus sonhos. Só pra saber, sem segundas intenções. Porque assim que você desvia o rumo de uma conversa, pra desvia-la, é uma jogada. E você não é mais um humano, você é um vendedor.

– Perdoe-me se eu respeitosamente discordo.

– Estávamos conversando mais cedo sobre caráter, você me perguntou sobre caráter. E falávamos de aparências. A questão é mais profunda que isso, a questão é: você tem algum caráter? E minha opinião é: não, você não tem. Pelo simples motivo que você não se arrependeu de nada ainda.

– Você esta dizendo que eu não terei caráter, até que eu faça algo de que me arrependa?

– Não, Bob. Eu estou dizendo que você já fez muitas coisas das quais você devia se arrepender, você só não sabe quais são elas. É quando você descobre, quando você vê a conseqüência negativa de algo que você fez, e você deseja que pudesse fazer de novo… Mas sabe que não pode, porque é tarde demais. Então você pega isso, e carrega com você pra te lembrar de que a vida continua. O mundo vai girar sem você, no final das contas você não importa. Aí você terá caráter. Porque honestidade virá de dentro, e se tatuará no seu rosto. Até esse dia, você não pode esperar ir além de um certo ponto.

-Posso ir agora?

-Vai.

-Obrigado.

Girls \o/ \o/

6 de March de 2011

Porque se ela tivesse um ataque, seria só mais um ataque celeb.

Mas é a Cyndi, she knows better.

E a notícia correu o mundo.

Vôos cancelados? Showtime.

(via @realeden)

O vídeo mais triste do ano passado (em inglês)

3 de March de 2011 7 Comments

Não é novo, mas é incrível.

Afe, aperto no coração.

O filme do Cisne

25 de February de 2011 12 Comments

Consegui ver: O discurso do Rei, O Cisne Negro e Bravura Indômita.

Podem reclamar mas gostei mais do meio chato/meio genial Cisne.

Sim, depois de 15 minutos de filme você de fato olha o relógio e se espanta que passou tão pouco tempo.

Sim, a camêra acompanha a protagonista nas cenas de dança e dá um pouco de faniquito o chacoalha- chacoalha.

Sim, as “alucinações” são nojentas e perturbadoras.

Sim, Natalie merece o Oscar.

Sim, Mila Kunis e Natalie se pegando parece perigosamente excitante.

E isso prova que o filme funciona. Que tudo está no lugar. Me atrevo a dizer que é um filme que está anos luz a frente dos outros dois que eu vi.

E afirmo sem medo: o filme é o balé. Ela é o cisne/ virgem encantada. O espectador que depois do filme, tem como dúvida maior se os acontecimentos fantásticos acontecerem, e se o filme é ficção científica ou não, não entendeu. A história de Nina é um fábula. Da obstinação dos artistas em busca da perfeição, da ruptura que a genialidade impõe com a realidade comum das coisas. Não faz diferença o que aconteceu ou deixou de acontecer.

Se ela morreu no final? O cisne morreu no final? A obra atingiu a perfeição?

Gente, menos novela, menos Paulo Coelho, menos “Quem roubou o meu queijo” e mais ópera, mais balé, mais Fantasia. Mais quadrinhos, mais brincadeira de mágica, mais contos dos irmão Grimm. Eu sei que vocês conseguem.

Meu conselho é: assistam O Cisne Negro até saírem do cinema com perguntas a respeito da complexidade da natureza humana. Sobre o mistério que faz de alguns de nós gênios predestinados a perfeição, a qualquer preço. E se isso é fraqueza ou qualidade.