You can scroll the shelf using and keys

Sobre ontem à noite

20 de April de 2011

Olha, um dia você acorda, depois de uma noite incrível e a vida normal fica bem difícil de administrar.

Porque ontem à noite, meu melhor amigo foi amado e prestigiado como merece, por pessoas que são loucas por ele. E só isso já seria o suficiente pra noite ser incrível. Mas foi muito mais do que isso. Posso estar enganada, nunca tinha feito um clipe antes, só alguns curtas, mas acho que algo mágico aconteceu.

Poucas (pra não dizer nenhuma), eu vi um troço dar tão certo, e tanta gente ser tão feliz, trabalhando. Fizemos um clipe. Fizemos um puta clipe. Não vou contar quem participou, porque a graça vai ser achar as pessoas. Versão em português, de Ramones “Eu não quero crescer”.

Tipo de coisa condenável, em tese, não querer crescer.

Nah, a gente so cresce porque é inevitável. Quando eu digo a gente, são também vocês aí que não foram rock stars, figurantes, estrelas de cinema, pin ups, cantores, bailarinos por uma noite. Tivemos toda ordem de roqueiros, tatuados, bons moços, gostosas, tímidas, caipiras, pessoal de produção, descolados e intelectuais, não crescendo. Pelo Thunder, pela Pitty, pela música, pelos Ramones, pelo clipe.

Mentira. Pela vida, pra ser menos chata.

Se a gente não cresce por inteiro, mantém um lado assumidamente falho, brincalhão, engraçado, original, jovem, a vida segue com aventuras. Vale muito mais. Um dia você se pega, fazendo um clipe, por exemplo.

Mãe, entrei pra história, bêjo.

A lição que fica é: amor. Ao trabalho, aos amigos, aos prazeres da vida. Mesmo você que é coxa- creme: vai ali ver a noite, não precisa ter medo dela. Vai num show de rock, vai numa festa de gente que é diferente de você, faz coisas novas. Não precisa de uma equipe de filmagem pra diversão acontecer. Admito inclusive que os momentos menos divertidos foram os que tiveram a camêra ligada. Vai gente, potua a vida com noites de rock star. Senão passa depressa, e você perde a noção do tempo, e as rugas chegam e são todas de preocupação.

Foda-se a preocupação, foda-se tudo. Se cerca de gente querida, que te entenda e cante com toda força, Ramones, ou Devotos, ou Pitty, ou Beatles pré Yoko, ou Stones. E se divirta, e por uma noite não cresça. Sempre que possível. No dia seguinte, mesmo com uma provável ressaca, você vai se pegar sorrindo, lembrando de ontem à noite.

Vem gente, mais rugas de noites incríveis, porque o tempo passa de qualquer jeito e mesmo sendo clichê “tudo que a gente leva da vida, é a vida que se leva”.

Amo vocês meus amigos, obrigada por ontem. Parabéns a todos, obrigada. Não vejo a hora de ver tudo pronto.

What do you think?

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

E como dizia o autor de Peter Pan: “Seja responsável, mas nunca um adulto.” Um largo sorriso.

Isa

25 de April de 2011

essa é a vida aqui fora.

Rafael

20 de April de 2011

É tanto amor que acabo apaixonado. Noite incrível, mesmo! Vamos fazer festa no dia de estreai do clipe. Tá marcado. Fiuuuuuuuu…

Luiz

20 de April de 2011

Dá licença, vou ser piegona.
Ontem foi daqueles dias que a gente não vai esquecer. Porque no meio de tanto dia merdinha que podia deixar a gente pra baixo, vem algo assim, como ontem.
Deu trabalho, cansou, mas foi lindo. Lindo pelo resultado em si, pelo clipe e já bastaria. Mas foi lindo,como você mesma falou, pelo tanto de amor que tinha lá. E a primeira coisa que eu pensei quando cheguei no apto foi que com vocês eu me sinto em casa. Eu me sinto eu mesma. E posso ser quem eu sou que a gente é tudo meio doido e se entende exatamente desse nosso jeitão. “Fica, vai ter amor.”

Cíntia Moraes

20 de April de 2011

3 notes

  1. Puta que pariu, nosso primeiro clipe saiu « outras malvadezas reblogged this and added:

    […] Nota da editora: meu texto num é tão bom mas é limpinho. Lá no outro blog. […]

  2. PUTA MERDA, SAIU | reblogged this and added:

    […] pra ser dia 23, mas MTV liberou antes. Lembram do texto sobre ter feito um clipe com o Thunderbird e a Pitty? Agora posso mostrar procês como […]

  3. Privé « malvadezas reblogged this and added:

    […] Enquanto isso, no outro blog, sobre o clipe que filmamos ontem. Primeiro filme colaborativo da trupe Malvadezas. Clique aqui para ler. […]

%d bloggers like this: