You can scroll the shelf using and keys

Um post que não deveria estar aqui

4 de March de 2011

Mas, né? Blog é meu e eu estrago se quiser.

Publicado originalmente no R7, no blog de BBB, que não permite comentários. Achei que a gente podia estar perdendo alguma coisa e colei abaixo. XINGUEM MUITO.

Sabe, eu fico assistindo BBB pra fazer este blog, que obviamente é uma piada.

Até pq, não tem muito como levar a sério algo deste tipo.

Tento não fazer análises elaboradas aqui, tento manter a coisa leve e compreensível mesmo pra quem não assiste o programa. Intercalo imagens legendadas com textos engraçadinhos.

Só que tem Maria.

Maria é uma moça que aqui fora parece que teve uma fase obscura. Durante esta fase obscura, Maria desempenhou trabalhos em que a beleza, e forma física eram convertidos em lucro. Notem que não estamos falando de sexo, estamos falando de sedução. Porque subir num palco e se exibir, é uma forma de sedução.

Maria é uma boa moça, acredito nisto. Sustento isto. Sustento também que além de não julgar, acho que Maria trabalhava aqui fora honestamente, fazendo o que sabia e podia. Maria não é uma mente brilhante, ardilosa, sagaz ou perspicaz.

Até aí, acredito que todos estamos de acordo.

Vejo muita gente por aí cobrando amor- próprio, dignidade, pudor de Maria. Mulheres principalmente. Bobagem.

Maria está indignada, incomodada e confusa. Não com a rejeição do Maurício, mas com a incoerência. Porque Maria deve entender que existem 2 tipos de homem: os que se encantam e entram na dela, e os que não entram. Maurício é do tipo que entra. Maria sabe disto, e faz o que ele gosta. E é evidente que ele gosta.

Mas ele resiste. Em parte por se preocupar com a reação do público, em parte porque se assustou com a atitude implacável e sexualmente agressiva de Maria. Muito, porque houve um hiato no relacionamento dos dois, o fato dele ter saído e voltado. Maria não teve este contato redomado com o mundo, ela segue na realidade unilateral e míope do confinamento. Agindo da exata mesma forma que a levou até o confinamento.

Nesta realidade, Maria agiu com Maurício da mesma maneira que agiu com o mundo. E funcionou. Até que ele saiu, e o modus operandi Maria passou a funcionar com Wesley. Só que Maurício voltou, e no lugar da cena de ciúme, ou irritação, ou constrangimento, os dois moços perceberam a realidade do jogo e a seriedade maldosa do público, ao decidire que os três ficariam confinado juntos. E frearam.

Maria não freou. Se desculpou com quem julgou de direito, se aprumou e voltou a ser Maria.

Vocês podem se incomodar com a sexualidade explícita da Maria. Principalmente mulheres. Eu entendo, porque Maria personifica muitos dos nossos erros e nossas falhas. Nossa auto- estima confusa e nossa sexualidade bipolar. Maria é nosso maior pesadelo, nossas fraquezas e desejos ocultos colocados a mostra. Potencializados e mostrados na TV.

Maria é aquela mensagem de texto bêbada, que a gente manda ás 3 da manhã. Falando mais do que devia, na pior hora possível, provavelmente pro homem que não quer ter que lidar com a gente. Nada pessoal, questão de afinidade.

Te entendo Maria. Te entendo e de vez em quando sou você.

Só que diluída em água, com uma colher de açúcar.

What do you think?

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Oi Carolina,
Gostei de conhecer seus blogs e fico feliz de saber que existem pessoas como vc, sensíveis, pensantes e atuantes!
Bjs
Lu

Lu

13 de March de 2011

Obrigada Lu!

1/2 Carolina Mendes

15 de March de 2011

Concordei com seu post.. é isso. Ela é a hipérbole da mulher. falta diluir um pouco, mas ela causa vergonha alheia principalmente porque toda mulher já se humilhou assim, não na mesma dose cavalar, but…

carolina

4 de March de 2011

Exatamente. Se a gente estivesse inserida numa realidade de BBB, sabe Deus o que aconteceria.

Não julgo.

1/2 Carolina Mendes

15 de March de 2011

Realmente que mulher nunca se deu ao papelão de Maria que como já disseram atire a primeira pedra…mas acreito que existe tempo para tudo… assim como tem tempo de azer merda tb já se deu o tempo de se enxergar a merda feita e se tocar não? ou é pedi mto de uma pessoa que só entende de reações alheias perante seu corpo e não perante suas atitudes… bem acho triste ela estar sofrendo porem o mais triste é não enxergar que virou motivo de chacota dele e verganha dela….
é de dar pena…

Daniela

4 de March de 2011

Pena eu tenho de gente que não vive por medo de fazer papelão.

1/2 Carolina Mendes

15 de March de 2011

%d bloggers like this: