You can scroll the shelf using and keys

Roteiro etílico suicida, como planejar?

23 de July de 2010

Beber não é pra amadores. Essa gente que senta a bunda no boteco as 6 da tarde, e às 8 da noite tá desgrenhado, cuspindo quando fala e perguntando pros amigos solteiros “qualé a boa na náite”, ou contando os podres do pessoal da firma, envergonha a classe dos bêbados profissionais.

Para evitar que meus leitores passem vergonha, desenvolvi este breve compêndio de dicas e instruções.

1- Dos comes
Erro crasso dos menos favorecidos, sentar pra beber em absoluto jejum. Ca-laro que não é pra comer um boi no rolete antes, mas há que se programar um refeição leve, pelo menos 3 horas antes do beberico. Algo que não dê azia ou contenha alho demais. Alho demais ou qualquer outro fator olfato- arrotativo vai prejudicar o andamento da coisa mais tarde. Algo leve e sem graça, pra forrar mesmo. Não sentar no bar pra beber morrendo de fome também colabora pro truque da divisão espertalhona da conta.

2- Dos participantes, é bom incluir:
A- gente bege e/ou comprometida e casais. Casais quando desparelhados, tendem a pisar na jaca e falar demais. É a ddr- Demanda de Diversão Reprimida, quando sem os respectivos cônjuges, perdem a rosca.
B- Amigas solteiras e amigos solteiros, é bom misturar os lindos e lindas com gente divertida e gente fácil. Há que haver atrativo para os momentos de sobriedade (gente linda) e pra embriaguez (gente fácil).
C-Inclua também os amigo geniais, os amigos de sempre o pessoal que mantém a conversa fluindo.

3- A sequência premiada.
Existem três formas clássicas de tomar um porre memorável.
A-Você pode escolher a bebida de sua preferência e chupetar (o termo “chupetar” é de propriedade e autoria do @hmorgantini), ou seja beber beber beber e quando estiver mongol pedir a saideira.
B-Você pode ser do time que “não mistura bebida”. Tenho pra mim que isso é coisa de gente medrosa e/ou vendido pro sistema. Te resta enlouquecer pedindo drinks loucos que você conhece só dos filmes dos anos de ação dos anos 80. Isso sim é um péssima idéia, desaconselho.
C-Você pode montar um bom plano. Comece com cerveja, uma, duas ou três, da sua marca preferida. Saboreie, deguste, enjoy the moment. Quando a risada estiver solta e a conversa fluindo, ouse. Peça uma caipirinha, ou uma pinguinha, ou um mojito, ou uma cuba libre, ou uma tequila, ou um whisly. Isso deve potencializar a cerveja consumida anteriormente. O segredo é voltar pra cervejinha em ritmo mais lento.

4- Truques e observações:
-Observe as pessoas a sua volta. Quando elas estiverem bêbadas, é hora de você tomar uma bebida não alcoólica. Uma só, depois mais uma bebida baziiiiinga.
-Se a coisa estiver boa, repita a bebida porrada, se estiver normal/média/nada de mais volte pra cervejinha.
-Sempre que alguém que está bebendo com vc fizer alguma merda, bebida não alcoólica. Você vai se divertir, ficar bêbado e ser MENOS ridículo que os outros.
– Beba na em velocidade de cruzeiro. Sem pressa e sem ficar prá trás.
– Use roupas confortáveis e preferencialmente de fácil manutenção e manuseio. Nada que sobe, desce, envolve muito botões na hora do xixi.
– Sapatos que não te derrubem.
– Celular, evite. Porque você irá se embananar em dado momento. Não se deve ligar 16 vezes pra ninguém. Nem atender 16 vezes o telefonema de ninguém.(Wo)man, behold.
– Se o plano é beber mesmo, não dirija. Pelo simples fato de que além de ser imbecil, atrapalha a logística da noite (fazer baliza, esperar o manobrista, e evitar colisões).
– Não faça bêbado(a) oq vc nem pensa em fazer sóbrio(a).

Cheers mate!

What do you think?

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Como assim ” Não faça bêbado oq vc nem pensa em fazer sóbrio”???
Se nao for pra fazer coisas q nao faria, pra q beber?

Roberto

8 de January de 2011

Certamente a última recomendação é a mais difícil de ser seguida…

Jaqueline

7 de January de 2011

Vou levar lá no A.A. Sucesso garantido!!!

Luiz

7 de January de 2011

amei! hahahahaha! acho que as vezes me embaralho entre as práticas PP…!

marcelo guelo

1 de September de 2010

Na verdade vc é das pessoas que saca tanto do assunto, que pode desenvolver seu próprio método. Bjo!

1/2 Carolina Mendes

6 de September de 2010

Fui obrigada a repassar também. Tomara que todos leiam antes de sair de casa, pois estamos em cima da hora.
Pra quem não ler e pagar os micos, restará virar o papo do próximo encontro.
Adorei!!!

Lene Almeida

23 de July de 2010

Aí tem que aguentar o carão amanhã…. Bjos! Boa bebericagem.

1/2 Carolina Mendes

23 de July de 2010

Irrepreensível. Um manual prático para a vida em sociedade. Um legado às futuras gerações. Um dossiê filosófico sobre como se portar entre os iguais. Enfim, uma grande ideia de explicar como se deve beber, mas com uma ressalva: se nada for seguido, vai ser genial e divertido do mesmo jeito. O importante é ter história pra contar. Se começar a esquecer, ande com um gravador.

hmorgantini

23 de July de 2010

Tem que imprimir isso aí e pregar na parede dos bares. Bjo!

1/2 Carolina Mendes

23 de July de 2010

“Não faça bêbado(a) oq vc nem pensa em fazer sóbrio(a)” é o máximo! Ótimas dicas,se o cérebro funcionar,o que nunca acontece.São dois entes completamente diferentes!
Mais uma vez adorei, marrenta!

RLomardo

23 de July de 2010

Eu mesma me desobedeço às vezes. Bjo!

1/2 Carolina Mendes

23 de July de 2010

Amanhã tem jogatina, quitutes e embriaguez coletiva aqui em casa. Encaminharei esse post pra todos os convidados saberam como se portar.

Juliana Machado

23 de July de 2010

Olha, super dá certo. Bjo!

1/2 Carolina Mendes

23 de July de 2010

KKKK Eu não misturo bebidas. Vamos mandar essa receita para o Lula.KKKKK

Sônia Mossri

23 de July de 2010

Mistura gata, tem que apoiar a diversidade. Bjo!

1/2 Carolina Mendes

23 de July de 2010

%d bloggers like this: