You can scroll the shelf using and keys

Pensando bem

3 de May de 2010

Final de semana de sol, amigos e conversas deliciosas.

Como um dia de domingo

Tenho pensado muito a respeito de relacionamentos passados, erros e acertos, pessoas que seguem por perto, homens que passaram pelo meu caminho, homens que virão, homens que já chegaram.

1.
Sigo tendo certeza que um homem que eu amei loucamente segue tendo comigo uma conexão que é maior que estado civil, que proximidade, que frequência ou que tesão. Estamos ligados de um jeito que independe dos caminhos pelos quais o mundo nos levou.

Eu sei que um dia dissemos, fizemos e rompemos, que sofri, que chorei e que a verdade é que nunca mais fui a mesma. Não acho que nossa história está nem perto de acabar, e pra ser bem sincera não vejo a hora de começar o novo capitulo. Homem admirável.

2.
Sobre minha retomada solteirice tenho conhecido novas pessoas, superando o medo e a timidez e saindo por aí. É meu parecer que tem muita gente se escondendo na mágoa da separação, no trabalho, na falta de grana, no trânsito, etc.

Dizem que abelhas conseguem farejar ou sentir o medo nas pessoas. Devo ser mais abelhinha do clipe do Blind Melon do que eu imaginava, pq sinto no olhar de muitas das pessoas que eu tenho encontrado medo, puro e simples.

Obvio que muitos dos caras simplesmente não sentem afinidade, atração ou tem interesse em mim, mas não é isso. Não são na maioria das vezes rejeições, é puro medo. Estamos nos magoando demais, nos maltratando demais. Homens e mulheres esquecendo que nos amamos, que é bom cuidar e ser cuidado, que podemos nos abrir sem obsessões e sem paranóias.

Histórias loucas, de relacionamentos e mulheres, que eu acho que deveriam ser internadas numa clínica psiquiátrica por pelo menos 6 meses, pra aprender a exigir gentileza e saber ser carinhosa, companheira e cuidadosa.

Gentileza, carinho, falar com sinceridade e olhar nos olhos.

Sigo odiando gente descuidada com corações e sentimentos (os próprios e os dos outros), sigo adorando homens que se portam como homens, sigo me espantando com gente interessante que cruza meu caminho, espero que fiquem por perto

Mood musical é esse:

What do you think?

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Tenho um plano, me cercar de gentileza, ser mais carinhosa, dar mais abraços evitar longos e-mails e intensificar o número de cafés, cervejas, jantares e cinemas. Estar mais próxima de mais pessoas. Permitir que me cortejem e tentar ser mais doce, mais tranquila e mais sincera. Sincera também na hora de elogiar e acarinhar.Mais abraços apertados, menos bjos bêbados.Talvez as coisas melhorem.Obrigada pelos comentários, precisava desse abraço coletivo. :))

Carolina Mendes

3 de May de 2010

Menina, isso é, no mínimo incrível… kkkkkkExistem pessoas sim que são capazes de olhar nos olhos… nos é que, ou estamos procurando nos lugares errados, ou, estamos tão ansiosas por viver tudo debom que ja vivemos que acabamos nos esquecendo de observar melhor as pessoas… seja por medo da dor ou da decepção, seja pura e simplesmente porque achamos que aindanão estamos preparadas pra viver aquilo tudo de novo e etc… Comovc mesma ja escreveu alguma vez, "agora já foi, torçamos para que todos os envolvidos sobrevivam!"Pow, vou pra sampa tomar um chopp com vc… mas não é pra afogar mágoa não, é pra procurar novas oportunidades!!!

Blog da Bibiana

3 de May de 2010

Por mais incrível que possa parecer todos estes seres, homens e mulheres q trilham caminhos desvairados na busca infinita do aconchego e da cumplicidade vivem no mesmo mundo… sob o mesmo céu… aquecidos pelo mesmo Sol… o que então separa desejos tão parecidos, tão necessários? Me pergunto todos os dias… espero encontrar esta resposta e divulga-la aqui e pelo universo… pelo menos o "meu universo".Um bjLizza Oliveira

Liz

3 de May de 2010

Me conta qdo descobrir?

1/2 Carolina Mendes

9 de May de 2010

Concordo contigo, mas paradoxalmente vivo outro momento… Talvez por conta das mulheres que encontrei em minha vida desde um ano e oito meses atrás. Talvez por não acreditar mais no amor. Talvez por não ter deixado de querer quem me colocou nesse caminho há um ano e oito meses atrás…

Pablo

3 de May de 2010

Viver dói, essa que é a verdade.

1/2 Carolina Mendes

9 de May de 2010

GOSTEI ! Nunca se esqeuça de que "FORA DA LOUCURA NÃO HÁ SALVAÇÃO"[wgparker]

LAGARTOMIOPE

3 de May de 2010

Eu acho que não há salvação at all.

1/2 Carolina Mendes

9 de May de 2010

%d bloggers like this: