You can scroll the shelf using and keys

Walk away

27 de April de 2010

Hit play…

Parece que o post do catarro foi uma premonição. Noite sem ar, bronquite. Muito tempo deitada, sem conseguir encher os pulmões de ar pensando.

Repassei todas as conversas, as desconfianças, o dia amanhecendo a respiração curta.

Agora é assim, acordo, durmo, respiro fundo e vou aumentando aos poucos a quantidade de ar que consigo inspirar. Com o tempo, a vida se encarrega de trazer novas atrações a essa (minha) história.

Já passei por separações antes, já sofri muito mais, já tive vontade de morrer quando era mais jovem. A gente cresce e oq dói não é mais a falta de ar, ou a vontade de não seguir sem aquela pessoa do seu lado. A gente cresce e a dor agora é acompanhada pela frustração de saber que não se vai morrer, e a certeza de que assim como a dor é menor, a euforia e plenitude dos bons dias daquele amor que quase te matou, tbém não vão se repetir.

Saudades de ter 20 anos. Saudades de ficar no telefone com conversas loucas até dormir. Saudades de acreditar que alguém, além de mim mesma, pode mudar minha vida.

Seguimos para o próximo capítulo.

What do you think?

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: