You can scroll the shelf using and keys

Não é nada, não é nada…. Sorri

1 de October de 2009


Pensei bastante em como escrever este post.

Sempre escrevo sobre uma situação, sentimento, acontecimento ou peculiaridade cotidiana.

Aí me complico quando os assunto esbarra em sexo, tesão, amor, paixão e encantamento. Como ser honesta sem ser vulgar, não aborrecer pudicos e não aborrecer meus parentes e amigos que lêem essas bobagens que eu escrevo aqui.

Minha pontual vontade de usar batom vermelho se manifestou. Claro que batom vermelho ( e não é pouco vermelho…) é usado quando se quer chamar atenção. Não necessariamente de alguém especifico, é um statement de que “podem olhar”, “reparem eu existo”, ” tenho consciência da minha imagem”.

Batom vermelho é um detalhe, a ponta do iceberg, é um sinal, um desaforo de uma menina que está sempre com os olhos marcados e a boca nua.

Não sei muito bem oq vem pela frente mas aviso se o batom vermelho continuar se manifestando.

O copo de whisky acompanhou. Acompanhou a noite, anestesiou um pouco a cabeça (a mil), acompanha o post.


Post e foto, estranhos como o momento atual.

To be continued…

What do you think?

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Já tinha lido esse. Gostei de relê-lo e você não precisa de batom vermelho p/ chamar a atenção. Bruno1914

Anonymous

15 de December de 2009

Odeio qdo ninguem comenta.

Carolina

1 de October de 2009

%d bloggers like this: