You can scroll the shelf using and keys

Morte anunciada

26 de June de 2009 , , ,





“Se quem controla o passado, controla o futuro; quem controla o presente, controla o passado… quem controla o passado controla o futuro. Quem controla o presente agora?! Agora testemunhe, está logo atrás da porta”.



Eu adoraria, Seu Sarney, incluir um obtuário sobre sua vida política, mas ainda olho com desconfiança seus carrascos e executores, tenho medo que tenham no momento final fraqueza e por covardia não deixem cair a lâmina da guilhotina sobre seu corpo velho, sua moral carcomida e seu orgulho embostado. Tire o smoking, não se preocupe em usar black-tie, sua morta vida política repousará num altar de merda. Acompanharei o espetáculo a uma distância segura, que poupe meus sapatos e me permita observar quais de seus aliados se debruçarão sobre o caixão para beijar suas mãos. Quantos apadrinhados irão chorar e quantos herdeiros abutres rodearão a massa podre para dividir o poder.



“[…] O Partido procura o poder por amor ao poder. Não estamos interessados no bem–estar alheio; só estamos interessados no poder. Nem na riqueza, nem no luxo, nem em longa vida de prazeres: apenas no poder, poder puro. (…) Somos diferentes de todas as oligarquias do passado, porque sabemos o que estamos fazendo. Todas as outras, até mesmo as que se assemelhavam conosco, eram covardes e hipócritas. Os nazistas alemães e os comunistas russos muito se aproximaram de nós nos métodos, mas nunca tiveram a coragem de reconhecer os próprios motivos. Fingiam, talvez até acreditassem, ter tomado o poder sem querer, e por tempo limitado, e que bastava dobrar a esquina para entrar num paraíso onde os seres humanos seriam iguais e livres. Nós não somos assim. Sabemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar uma revolução; faz-se a revolução para estabelecer a ditadura. O objetivo da perseguição é a perseguição. O objetivo da tortura é a tortura. O objetivo do poder é o poder.” (1984)

Michael não soube dizer não, não soube ser pessoa e virou Rei de um mundo pop que tinha como nobreza rapazinhos e garotinhas loiros de rosto angelical e corpos definidos. Conquistou sua coroa mesmo negro, pobre, feio e jovem, por ser fenomenalmente talentoso, ousado, inovador e ingênuo. Ingênuo porque acreditou que genialidade musical era suficiente. Não era suficiente para ser Rei, pelo menos não Rei do Pop americano. No pop, é preciso muita capa de tablóide, e pra ter capa de tablóide é preciso sair da realidade humanamente viável. E nunca colocar um ponto final.

“Se a liberdade significa alguma coisa, será sobretudo o direito de dizer às outras pessoas o que elas não querem ouvir.”

Líderes iranianos com nomes cheios de “Ls”, “Ms”, “Ds” e vogais; o mundo está de olho em vcs. Não pensem oposição ou situação que nossa solidariedade é governamental ou contra a corrupção, não acaba com as “mudanças” ou “não mudanças” que vem agora, o mundo é meu quintal.

“O homem é a única criatura que consome sem produzir.”

A gripe suína voltou a baila, será que os laboratórios já restabeleceram os estoques? Que venha a gripe suína, vou combater com chá.



“A guerra
é a paz. A liberdade é a escravatura. A ignorância é a força.”

Ontem foi aniversário da rendição da Paris aos Nazistas. Na época, injustiça, corrupção, autoritarismo e opressão estavam levando a melhor mas nós (humanos) viramos o jogo. Viramos?



“O que é preciso, acima de tudo, é deixar o significado escolher a palavra, e não o contrário. Em prosa, a pior coisa que alguém pode fazer com as palavras é render-se a elas.”

Mudanças ortográficas chegam ao dicionário Houaiss. Aí eu pergunto. Se ninguém aprende nada na escola, não se precisa mais de diploma para jornalismo para escrever em veículos midiáticos e quem sabe escrever diz que não vão abandonar os acentos ortográficos, incluir no Houaiss pra que? Vou começar um reforma ortográfica aqui, vou ensinar todo mundo a escrever. Com hífen e trema. Gosto de eqüinos.

No último dia 25 de junho, o escritor George Orwell faria 104 anos. Suas obras estão entre as mais instigantes e conscientes da natureza e dinâmica social, política e histórica que já foram publicadas. Seu livro 1984 é um dos meus preferidos, pra se ler e reler em qualquer idade. Trechos de obras do Orwell foram incluídos neste post.

Bjo!



Na lista de filmes, entra Il Padrino, por ter se originado em um livro maravilhoso, ter mudado a forma de vermos vilões, desenhado a evolução do crime e arrependimento e mudado limites cinematográficos. Trilha sonora genial. No vídeo, o tema “Parla piu piano”.

What do you think?

Please keep your comments polite and on-topic.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

comments

Anonimo deve estar com ciuminho…É a primeira vez que leio seu blog, e simplismente amei, estava eu fazendo um trabalho de historia sobre a nobreza no brasil colonia, procurando, procurando achei seu blog, um dia eu quero escrever assim *–*. rsmais como diz um de meus professores agente só aprende a escrever bem lendo e escrevendo é claro, tenha certeza que apartir de agora seu blog sera uma de minhas fontes de leitura sobre coisas interessantes, acho de suma importancia que esteja disponivel pra todos textos tão bons, com uma visão de mundo tão interessante.Parabens Carolina. by: Andressa Rocha

* Andressa *

27 de March de 2010

Se fossem só algumas, o mundo seria melhor meu querido Anônimo. O Blog já tem nome. E vc? Bjão pra Tamboré.

carolina

30 de June de 2009

É bom saber que algumas pessoas como você por exemplo, tem alças intestinais no cérebro ao invés de massa encefálica.Que tal mais um nome para seu blog? Criolina Chic, mata sarnas…aquelas que coçam muito e irritam.:)

Anonymous

30 de June de 2009

Sabe como resolve seu incômodo? Para de ler oq eu escrevo… Simples.

carolina

28 de June de 2009

Garota você não relaxa não? teu site não devia chamar Neosaldina chic e sim Neurachata. Vai arrumar um namorado e saia dessa TMP constante.

Anonymous

27 de June de 2009

Saduh, mega coincidencia nossa discussão na véspera do aniversário dele… Vai entender o universo….Bjo!Maldito, já reservei meus jornais na banca de revistas. Faço votos que o arraial seja animado e que não faltem comes e principalmente bebes. E que o Sarna se divirta, deve ser o último. Revolução ou Evolução ou Devolução? Bjo!

carolina

26 de June de 2009

O livro do GO em Brasília chamaria A Revolução dos Bêbados. Segunda você vai ter muito material. Esse final de semana tem festa junina na residência oficial do presidente.

mSpawn

26 de June de 2009

José George Sarney Jackson Orwell😀

Saduh

26 de June de 2009

%d bloggers like this: